História

Fundada por António Lourenço
e Angélica Rodrigues em 1955.

Neste ano, Angélica Ribeiro Rodrigues e António Pires Lourenço iniciaram a sua vida em comunhão na aldeia de Tostão, V. Velha de Ródão.

A Srª Angélica havia nascido em Perdigão, no outro lado da serra de Ródão.
O Sr. António Lourenço vivera até essa data em Tostão, sendo filho de lavradores que já tinham criação de suínos.

Quando se instalaram nesta pequena aldeia, logo pensaram em continuar as atividades de seus pais, que já se dedicavam à criação e transformação de enchidos e salga de presuntos em método tradicional.

Os cerca de 900 escudos de prenda de casamento foram o motor de arranque para poderem adquirir os primeiros animais de recria.

Após as primeiras ninhadas, a sua pecuária foi crescendo e as quartas feiras passaram a ser dias de matança semanal.

Cerca de 20 animais por semana que tinham que ser cortados em pedaços; uns salgados e outros incluídos nos vários tipos de enchidos que o casal comercializava na região de Castelo Branco, Fundão, Covilhã e que enviava de comboio para Lisboa.

A salga de Presuntos foi também crescendo, embora todas estas atividades tivessem um carácter sazonal, dada a inexistência de energia elétrica na aldeia.

Assim, com a entrada no tempo quente, não era possível manter as baixas temperaturas a que deveria ser trabalhada a carne, e por isso o casal passava nesses meses a dedicar-se mais à parte agrícola.

×